quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Cavalo de Tróia

Em 2008 três importantes instituições divulgaram pesquisas que apontavam o mesmo fenômeno: o surgimento de uma nova classe média no Brasil. A Fundação Getúlio Vargas, O Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) e o Instituto Ipsos falavam em algo como 20 de milhões de brasileiros que melhoraram seu poder aquisitivo.


Passados quatro anos, esse novo perfil brasileiro, refletiu diretamente nos meios de transportes utilizados para se fazer turismo. Há algum tempo, viajar de avião deixou de ser privilégio de poucos. Seja para passeio, férias ou negócios o avião está cada vez mais substituindo o ônibus. A rapidez na locomoção, facilidades de pagamento e preços acessíveis estão entre os principais motivos dessa troca.


Enquanto o consumidor estimulado pelo crédito facilitado, se deixa endividar de tamanha forma que se vê as voltas com dívidas cinco, seis vezes maiores que a sua renda anual.


Esse mesmo consumidor ficou acostumado a comprar sem ter dinheiro e aprendeu a fazer empréstimo para tudo, para comprar carro, casa, viagem de férias. Porém, o pagamento vem depois, em longas prestações e juros altíssimos.


Então, como explicar o furor consumista em comprar, comprar e comprar? Muito simples, tudo no crediário ou no cartão de crédito na maioria das vezes, sem entrada e em dezenas de prestações, engorda os olhos.


No entanto, quem gosta mesmo dessa onda consumista são os bancos, que, aliás, preferem chamar esse fenômeno de “aumento do poder de compra da classe baixa”, a verdade é que os juros são altos e o povo não está nem ai. O importante é comprar a TV de plasma hoje e pagar somente no ano que vem. Poupar para depois comprar o objeto do desejo está fora de cogitação.


Na sociedade imediatista de hoje ninguém pode esperar. O pensamento é: quando a bolha estourar, a gente resolve. Deus sabe como!

* Texto publicado no Jornal Página 20 de 19 de Junho de 2011.















0 comentários:

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))

Postar um comentário