domingo, 11 de novembro de 2007

Os filmes do final de semana


Esse final de semana passei junto ao meu DVD. Aproveitei e juntei o útil ao agradável, descansei e assisti a alguns filmes. O primeiro chama-se O Amor Pode Dar Certo e conta a história de um casal que se conhece casualmente e ambos estão passando pelo drama de serem portadores de doença terminal. Um não sabe da doença do outro. Eles se apaixonam e passam os últimos dias de vida juntos. O filme é lindo e muito comovente. Eu comecei assistindo achando que era uma comédia romântica, mas, ele se enquadra mais na categoria de drama. Como uma boa representante da ala feminina eu chorei e não foi pouco, chorei que solucei, meus olhos ficaram inchados, meu nariz vermelho e entupido. Enfim, quando terminou eu estava com uma baita depressão, mas com a certeza de que quando dois querem o amor realmente pode dar certo.
Depois de tanto choro resolvi assistir a outro filme para ver se tirava aquela sensação de vazio e tristeza que O Amor Pode Dar Certo despertou em mim. Então, resolvi assistir ao Premonições, pelo título e por um trailer que eu havia assistido, achei que era um suspense cheio de ação. Outra vez me enganei. A mulher tem um sonho onde ela vê o marido morrendo em um acidente de carro e cada vez que ela dorme a história passa por ela, uma hora ele ainda está vivo, outra ele já morreu, enfim, uma confusão só. O detalhe é que o casamento não ia muito bem e quando eles conseguem se entender o cara morre. Na minha opinião, ela que foi a grande culpada da morte dele, pq o coitado tava parado no canto da estrada e ela pede p ele sair de onde está, ai vem um caminhão enorme e passa bem no meio do carro que ele estava dirigindo. Resultado: outra seqüência de choro (agora um pouco mais modesta). Fiquei triste por ela, imagina carregar essa culpa pro resto da vida?
Minha outra opção de não choro chamava-se Inveja Assassina, só pelo título tenho certeza que vocês já sabem mais ou menos do que se trata. Mas vamos lá, nesse filme havia uma moça loura muito bonita e rica, porém seu marido um cara bem mais velho, que ela havia casado pelo dinheiro, estava falido. A linda moçoila de olho na apólice do seguro que valia uma nota (ela até falou qto valia, mas como agora eu e a Gisele só tratamos com Euro prefiro deixar essa informação de lado), simplesmente matou o “velho” (era assim que ela se referia a ele). Mas sabe que ela se deu mal? Pois é, como o “Velho” tava falido, fazia um tempão que ele não pagava as prestações do seguro e ela não ficou com nada. Aí então a loura partiu para infernizar a vida de sua melhor amiga, queria lhe roubar o marido e com isso arrumar outro homem para lhe sustentar. O pior é que ela tinha uma profissão, era enfermeira, mas não queria trabalhar, é mole? Gente essa mulher mentiu, roubou e por fim tentou envenenar a melhor amiga dela. Eita invejinha braba essa! Mas, eu preciso confessar a vcs que a loura me lembrou uma coleguinha que eu tenho, que morre de inveja do mundo e faz tudo para prejudicar as pessoas que lhes cercam. Eu não tenho pena desse tipo de gente e sei que elas acabam sozinhas vagando pela vida.
Para finalizar a lista de filmes eu assisti O Aviador, esse filme é baseado em fatos reais e mostra a vida de um grande empreendedor da história da aviação mundial e que era cineasta por paixão. Na verdade ele se apaixonava por tudo o que fazia, o cara era podre de rico, mas tinha transtorno obsessivo compulsivo, mania de limpeza e de perfeição. Bom, pelo menos nesse filme eu não chorei, mas o final de semana já acabou e amanhã é segunda-feira, a rotina do acordar cedo e dormir tarde recomeça e vai até sexta-feira. Afe Maria!

0 comentários:

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))

Postar um comentário